Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Os mil pássaros de Sadako (1ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Crianças que veem muita TV podem tornar-se "bullies"
27-03-2013
TVI24
  Estudo realizado com britânicos nascidos depois de 2000, a partir dos cinco anos

Um novo estudo britânico diz que crianças que assistem a mais de três horas diárias de televisão têm mais propensão a mentir, a enganar e um ligeiro risco acrescido de se tornarem bullies logo na escola primária.

Investigadores da Universidade de Glasgow, na Escócia, tiveram por base uma amostra de 11.000 crianças nascidas no Reino Unido a partir de 2000, avaliadas numa primeira fase aos cinco anos de idade e reavaliadas aos sete.

As informações sobre o tempo despendido a ver televisão ou em jogos de computador foram registadas pelas mães, que também tiveram de classificar a saúde mental e as competências sociais dos filhos numa escala de 0 a 10. Tanto aos cinco anos como aos sete.

O comportamento psicológico foi analisado em função das horas que passaram em frente ao ecrã e tiveram também em conta fatores sócio-económicos como "família funcional/disfuncional" e "caos em casa".

Embora numa percentagem pequena, de apenas 13 por cento, os resultados foram considerados significantes pela equipa de investigação, que registou comportamentos antissociais, como agredir, bullying, mentir, enganar e roubar aos sete anos, por crianças que assistiam a três horas ou mais de televisão por dia quando tinham cinco.

Dados semelhantes não foram, contudo, observados em relação aos jogos de computador.

Relativamente às crianças envolvidas, destaque para o facto de apenas 15 por cento da amostra ter passado mais de três horas a ver televisão, enquanto três por cento chegou a ultrapassar as sete horas. Pouco mais de dois por cento não viram televisão de todo.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2020
Desenvolvido por:
 CCEB